Site Autárquico

Os braços abertos formam ângulos rectos

Os braços abertos formam ângulos rectos

De 19 de abril de 2022 a 09 de julho de 2022

Ler Artigo

No próximo dia 19 de abril, pelas 18h00, é inaugurada a exposição Os braços abertos formam ângulos rectos, na Galeria Trem, em Faro. Trata-se de um projeto Pessoa Colectiva, que reúne os trabalhos das artistas Isabel Baraona, Mafalda Santos e Susana Gaudêncio. Patente até dia 9 de julho de 2022, a exposição insere-se no Ciclo de Artes Visuais, promovido pelo CIAC e pela Licenciatura de Artes Visuais da UAlg.

Os braços abertos formam ângulos rectos é o segundo momento de uma trilogia iniciada em 2020, no Porto, com o projeto A mão que segura e a que se eleva no ar. Tomando como ponto de partida a prática artística e a poética de Ana Hatherly e os conceitos de escrita-imagem, esta exposição apresenta uma diversidade de meios, explorando principalmente as possibilidades do desenho, da escrita, da escultura e do site-specific.

O título oferece uma imagem: a de um corpo que desenha no espaço um ângulo recto, um semicírculo, um abraço, uma direção. Este corpo define geometrias, atos de liberdade e resistência, posicionando-se como um eixo a partir do qual se repensa o passado e se constrói o futuro. A palavra e a arte como formas críticas do presente.

Esta exposição, de entrada gratuita, surge no âmbito da programação do curso de Artes Visuais, da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve para a Galeria Trem, com o apoio do CIAC, da FCT e da Câmara Municipal de Faro/Museu Municipal de Faro.


Sobre as artistas:

Isabel Baraona licenciou-se em Pintura na La Cambre (Bélgica) e doutorou-se em Artes Visuais e Intermedia na Universidade Politécnica de Valência (Espanha). Em 2013, no âmbito de um pós-doutoramento, foi bolseira da Universidade Rennes 2 (França) onde desenvolveu Tipo.pt, um arquivo online sobre livros de artista e edição de autor em Portugal. Está representada em coleções nacionais como a Fundação EDP, Fundação D. Luís I/C. M. Cascais, MGFR (Fernando Ribeiro), Safira e Luís Serpa, Centro Português de Serigrafia; e em coleções internacionais como Yolande De Bontridder, Galia Barzilaï-Hollander, Jean-Marie Stroobants, entre outras.

Mafalda Santos é artista plástica e programadora. Licenciada em Pintura na Faculdade de Belas Artes do Porto, mantém um percurso expositivo em Portugal e no estrangeiro desde 2001. É Professora de Artes Plásticas e Tecnologias Artísticas no Instituto Politécnico de Viana do Castelo. O seu trabalho encontra-se incluído nas coleções portuguesas de António Cachola, das Fundações EDP e Ilídio Pinho, Grupo RAR, Fundação PLMJ, Fundação Calouste Gulbenkian, Câmara Municipal de Lisboa e Câmara Municipal do Porto e na Coleção de Arte do Estado Português.

Susana Gaudêncio é artista plástica e professora. Licenciada em Pintura pela FBAUL, Mestre em Belas Artes no Hunter College-City University of New York e Doutorada pela FBAUL. É membro dos coletivos Pessoa Colectiva (com Mafalda Santos) e Círculo das Leitoras Peripatéticas (com Susana Pomba e Sofia Gonçalves). É professora na Escola de Arquitectura Arte e Design da Universidade do Minho. Está representada em coleções nacionais como a Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação EDP, Fundação PLMJ, Câmara Municipal do Porto, entre outras.

Galeria Trem

Rua do TREM, n.º 5, 8000-304 Faro